A quarentena também tem mudado a rotina de criminosos. Somente na terça-feira (24) foram registrados cinco casos de estelionato em Poços de Caldas. Quatro deles aconteceram da mesma maneira: as vítimas foram acionadas por telefone e entregaram os cartões bancários. No quinto caso, o prejuízo foi de R$ 90 mil.

A primeira vítima, uma aposentada de 68 anos, contou que duas mulheres ligaram para ela informando ser da operadora de cartão de crédito e dizendo que seu cartão estava sendo usado por terceiros. A aposentada passou todos os dados solicitados, inclusive a senha. Em seguida, foi orientada a quebrar o cartão, fazer uma carte e entregar tudo a um suposto funcionário do banco, que foi até a sua casa. Mais tarde, ela percebeu o golpe e o débito de R$ 5,6 mil.

Um aposentado de 77 anos passou pelo mesmo problema. Após a informação do cartão clonado ele foi orientado a ligar em um 0800, onde foi atendido por uma estelionatária se passando por atendente bancária. Ela solicitou que fosse realizado o mesmo procedimento. Ele descobriu, depois, saques e transferências no valor de R$ 6,9 mil.

Outra vítima do golpe é uma aposentada de 83 anos. Ela detectou empréstimos de R$ 28 mil, além de saques que ultrapassam o valor R$ 23 mil.

Outra aposentada, de 69 anos, quase caiu no mesmo golpe. Ela desconfiou da situação e ligou para a Polícia Militar antes de entregar o cartão. Quando o rapaz chegou e disse pelo interfone que estava lá para pegar o envelope, militares se aproximaram e o apreenderam. Tratava-se de um adolescente de 17 anos que foi encaminhado à delegacia. A mulher, comparsa do adolescente, ainda não foi identificada.

Alguns objetos foram apreendidos com o adolescente, dentre ele a carta do aposentado de 77 anos, além de cartões.

Outro golpe

Um aposentado de 71 anos também foi vítima da ação de estelionatários. Segundo ele, diversas transações bancárias indevidas foram registradas em sua conta corrente, como saques, transferências, empréstimos pessoais e antecipação do 13º salário, entre outras, totalizando o valor de R$ 90 mil.

O aposentado disse que não realizou e não autorizou as transações e que somente tomou conhecimento do fato nesta terça-feira, após receber uma ligação do gerente do banco, que questionou a movimentação atípica.

O post CRIMES EM HOME OFFICE | Cinco estelionatos são registrados na terça-feira apareceu primeiro em Poços Já Cidade.