“Sonhos: terminar a escola, fazer faculdade e ter minha própria lojinha pra poder dar uma vida melhor pra minha mãe. Medo: falhar com todos e não conseguir nada do que quero”, diz Lilian Stephanie Marcondes de Lima, uma das alunas do projeto Futuridade FabLab de Empreendedorismo Social, viabilizado com patrocínio da Prefeitura de Poços de Caldas, por meio da Secretaria Municipal de Promoção Social. A iniciativa realiza oficinas de capacitação sobre empreendedorismo, apresentando alternativas de inovação, sustentabilidade e desenvolvimento econômico para pessoas desempregadas usuárias do Cadastro Único para Programas Sociais.

Aulas acontecem na sede da Secretaria de Promoção Social (fotos: divulgação)

As oficinas são realizadas semanalmente na sede da Secretaria Municipal de Promoção Social, no prédio anexo ao Terminal Rodoviário. O curso conta com 17 inscritos e o objetivo é promover o despertar da consciência criativa para o empreendedorismo.

“Os alunos têm acesso a ferramentas que promovem a mudança de pensamento para prepará-los para um círculo virtuoso. Além da sensibilização através de oficinas criativas com sucatas e outros materiais, temos ainda a disponibilidade de instrumentais que eles não conhecem, como a apresentação de algumas profissões nas quais eles poderiam atuar no mercado de trabalho de Poços de Caldas, como barista, por exemplo, e conhecimentos dos meios digitais”, explica a responsável pelo projeto, a empreendedora socioambiental Marlene Pintinha.

Além dela, a iniciativa tem como facilitadores a educadora ambiental Utane Tsivum, o coach em comunicação empreendedora e empresarial Symon Hill e a relatora Andréa Jévtic. “Quando publiquei meu livro ‘Empreender: sonho de muitos, decisão de poucos’ apontei que o primeiro sonho do brasileiro é ter a casa própria e o segundo, empreender. É bom saber que estes números só estão crescendo e o projeto Futuridade contribui pra este despertar empreendedor”, ressalta Symon Hill.

No curso, os alunos são levados a percorrer os caminhos do empreendedorismo, tanto com atividades de autoconhecimento e motivação, como com aulas teóricas e práticas sobre possibilidades de mercado, busca de informações confiáveis, etapas de planejamento de um negócio, além de questões referentes a sustentabilidade e meio ambiente. “Falamos sobre o que a natureza nos dá e o que devolvemos a ela, sobre a importância da sustentabilidade!”, destaca a facilitadora Utane Tsivum.

Curso ajuda alunos a levarem adiante os próprios sonhos

A aluna Kamila Fernandes tem o sonho de terminar seus dois cursos universitários e abrir uma confeitaria e está utilizando os conteúdos do curso para conquistar seus objetivos. Já o aluno Dalison Marcos da Silva pensa grande: quer conhecer o mundo, além de construir a própria empresa.

“A experiência está sendo muito gratificante porque percebo a mudança e a motivação neles, que demonstram seus sonhos e a vontade de lutar contra os medos”, finaliza a empreendedora socioambiental.

Inclusão produtiva

Este é o primeiro ano em que a Secretaria Municipal de Promoção Social é incluída nos editais de patrocínio da Prefeitura. Foram 57 projetos inscritos, sendo 12 iniciativas contempladas para execução em 2019, com investimento total de R$ 200 mil, beneficiando crianças, adolescentes, adultos e idosos.

“Utilizamos critérios de seleção de acordo com as nossas necessidades de serviço, com destaque para as iniciativas de inclusão produtiva e geração de renda”, informa a secretária de Promoção Social, Luzia Teixeira Martins. “Temos acompanhado a execução dos projetos e os resultados são visíveis”, completa.

A verba é originária dos dividendos que a Prefeitura recebe do Grupo DME, que correspondem a 3% do lucro estimado, representando aproximadamente R$ 1,5 milhão. Desse total, a Prefeitura destinou R$ 200 mil para a Promoção Social, além das áreas de Esportes e Cultura.

O post Projeto capacita desempregados para o empreendedorismo apareceu primeiro em Poços Já Cidade.