Amigos e familiares de Elissandro Basso criaram uma página no Facebook a fim de pedirem por justiça pela morte brutal que ele teve. O pedreiro, mais conhecido como Limão, foi encontrado morto no último sábado (7) em um terreno na Zona Oeste.

A página intitulada “Justiça para o Limão, Todos juntos para que esse crime não fique impune” foi criada na quarta-feira (10) já reúne mais de 800 pessoas, entre familiares, amigos, conhecidos e pessoas que tomaram conhecimento do caso e esperam que as autoridades solucionem o caso, o quanto antes.

O espaço tem servido também para troca de informações, como a divulgação da missa de sétimo dia que acontece neste sábado (13) às 19h na Paróquia São Judas, ou mesmo da investigação, em que um dos conhecidos conta que a Polícia Civil já tem uma linha investigativa.

Outras pessoas aproveitam o espaço para falar de Limão, do amigo que era, da pessoa de bem e pedir por justiça.

A reportagem do Poços Já Cidade entrou em contato com o delegado que investiga o caso, Cleyson Rodrigo Brene, que informou que desde o dia do crime os trabalhos para a elucidação do crime estão sendo feitos e algumas informações já apontam para uma solução.

Caso alguém tenha alguma informação que possa colaborar com a investigação pode entrar em contato com a Polícia Civil através do 197. A denúncia pode ser feita de forma anônima.

O post Amigos e familiares criam grupo para pedir justiça por morte de pedreiro apareceu primeiro em Poços Já Cidade.