Um rapaz de 25 anos foi preso por injúria racial após ter denunciado um monitor de alarmes que o ameaçou. O monitor também foi preso, mas por porte ilegal de arma.

O caso chegou até a Polícia militar na madrugada desta segunda-feira (24), quando o rapaz solicitou uma viatura em um posto de combustíveis da Zona Sul. Ele disse à polícia que é apresentador e contou que tinha recebido uma mensagem de texto, através de um aplicativo de troca de mensagens, onde o monitor teria mandado uma foto com uma arma em mãos e um texto o ameaçando de morte.

Com os dados do autor a polícia foi até a casa dele, no bairro São Sebastião. O monitor alegou ter sido chamado de “preto e pobre” pelo apresentador e em seguida entregou à polícia uma garrucha de dois canos, de marca e calibre indefinidos, que estava na residência.

Os dois foram presos e conduzidos à delegacia. A delegada de plantão arbitrou fiança de R$ 1 mil para cada um dos acusados para que possam responder o inquérito policial em liberdade. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela polícia.

O post Homem é preso por injúria racial após acionar a polícia por conta de ameaça apareceu primeiro em Poços Já Cidade.