Prefeito e representante da empresa fizeram o anúncio nesta segunda-feira (foto: Tatiana Espósito/Poços Já)

Depois da cervejaria espanhola Estrella Galicia desistir de instalar sua fábrica em Poços de Caldas, a prefeitura anunciou, em entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (10), a instalação da empresa Alnor Indústria de Metais do Nordeste Ltda., do Grupo Lamesa, no Distrito Industrial. Inicialmente serão gerados 40 empregos diretos, com previsão de abertura de 120 novas vagas quando a fábrica estiver operando em total capacidade.

A Alnor é uma empresa sediada em Caruaru (PE). A unidade instalada em Poços será a primeira em Minas Gerais e vai fabricar fios e cabos elétricos de alumínio e cobre. Devem ser investidos cerca de R$ 100 milhões no empreendimento, sendo R$ 64 milhões em máquinas e equipamentos e R$ 37 milhões para implantação da empresa.

O vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Flávio Faria, disse que as negociações começaram há mais de um ano e o resultado positivo, com o contrato firmado entre a empresa e o município, irá trazer benefícios também na arrecadação de tributos. “Foi um trabalho muito longo, um trabalho coletivo, e hoje temos o resultado. É uma empresa que nos trará uma contrapartida social muito importante, que é a construção de uma um espaço dentro da creche Lápis de Cor. Então é uma ação muito importante para Poços de Caldas e vem em um momento que nós precisamos dar respostas para nossa população em relação à geração de empregos. É uma empresa consolidada, uma empresa que tem uma credibilidade no mercado interno e externo muito grande”, destacou.

Flávio chegou a lamentar a desistência da Estrella Galícia, mas afirmou que o município tem buscado mais ações que visam a geração de empregos. “O nosso papel foi feito, lamentavelmente ela manifestou o não interesse mais pelo nosso município, por uma questão mercadológica, mas temos que trabalhar, agora temos que responder para a população através de várias ações q possam trazer a geração de empregos, aumento na arrecadação, novas empresas e potencializando e valorizando as empresas que já estão no nosso município”, pontuou.

O presidente da Alnor, Flávio Augusto do Canto, comentou sobre a escolha de Poços de Caldas para a instalação do município. “Nós escolhemos Poços de Caldas pela proximidade (O Grupo Lamesa tem sede em São João da Boa Vista – SP), e também por ser uma cidade  que conhecemos há muitos anos, há 45 anos conheço Poços, porém nos instalamos somente agora”.

Alnor e a instalação no DI

A Alnor é uma das grandes empresas do setor no Brasil, com representação em todo o estado nacional. A perspectiva de faturamento  anual é de cerca de R$ 120 milhões, com previsão de arrecadação de aproximadamente R$ 25 mi/ano em tributos.

De acordo com a SEDET, a empresa vai ocupar um terreno de 10 mil m², com utilização inicial de área construída de 21 mil m² no Distrito Industrial.

A expectativa é que em 24 meses a fábrica esteja em total funcionamento. Segundo Flávio Faria, a empresa já alugou um galpão na avenida João Pinheiro, que será um centro de distribuição e deve começar a funcionar imediatamente.

O protocolo celebrado entre o município e a Alnor conta com a participação do DMAE, que já executou as obras necessárias para o abastecimento de água e esgoto, e também da DME Distribuição, responsável pelas obras de extensão da rede de energia elétrica.

O post Prefeitura anuncia instalação de fábrica de fios e cabos em Poços apareceu primeiro em Poços Já Cidade.