A Polícia Militar prendeu, na tarde desta quinta-feira (7), um suspeito de ter atirado contra uma base da corporação, que trabalha com meio ambiente. O ataque aconteceu durante a madrugada e só foi percebido quando militares voltaram de uma patrulha. Havia marcas de tiros em um portão.

Polícia vai avaliar se disparos partiram das armas apreendidas com o suspeito (foto: PM)

Segundo a polícia, vizinhos afirmaram ter ouvido alguns barulhos durante a madrugada. A perícia da Polícia Civil foi chamada e recolheu projéteis deflagrados que ficaram no local. Não havia ninguém na base no momento do ataque e não houve feridos.

Policiais passaram o dia em rastreamento dos suspeitos e no meio da tarde conseguiram localizar e prender um homem, Joel Aparecido Marques, vulgo Jo. Com ele foram encontrados uma submetralhora com silenciador, calibre .40; um revólver marca Taurus, calibre .38; nove estojos deflagrados calibre .38; 63 cartuchos intactos calibre .40; cinco cartuchos intactos calibre .380; uma balança de precisão; 500g de crack; 1 Kg de cocaina; 100 gramas de maconha; sete buchas de maconha; 145 pinos de cocaina; R$ 372,00; anotações e quatro aparelhos de telefone celular.

Joel teria confessado ser o autor dos disparos contra a unidade policial.