Empresário Carlos Cobra, presidente da Acia (foto: Tatiana Espósito/Poços Já)

O novo presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Poços de Caldas (ACIA), Carlos Henrique Diniz Cobra, faz questão de destacar que a instituição não trabalha somente para grandes empresas e indústrias. Tanto é que, segundo ele, já faz parte do plano de ação da nova diretoria fomentar as startups, que são as empresas que estão no início de suas atividades.

Empresário do ramo de seguros, de 55 anos, Cobra foi eleito para estar à frente da diretoria da ACIA pelos próximos dois anos. Já participativo dentro da entidade e também em outras associações, ele comenta que presidir uma instituição com mais de 80 anos de fundação é um desafio grande, mas a ideia é continuar o trabalho que já vinha sendo realizado nas gestões anteriores, sem perder a chance de inovar.

“A gente quer inovar, melhorar onde for possível, tornar a associação um centro de informações do empresário, da indústria, do agronegócio. Um grande desafio hoje, para as novas empresas, é abrir e permanecer, muitas pessoas iniciam sem informação, sem condição financeira e em curto prazo está encerrando suas atividades. Então a gente quer trabalhar isso, ajudar esses empresários”, afirma.

Cobra diz ainda que outro objetivo dessa gestão é trabalhar também com empresas que estão há muito tempo no mercado e que precisam se reciclar. A ideia é incentivar a modernização, criar parcerias e implantar cursos, de forma que atraia projetos de fomento ao empreendedorismo. Além disso, promover o intercâmbio de entidades, apoiar projetos de segurança empresarial e buscar diminuir questões burocráticas também estão na pauta.

“Nó queremos fazer a diferença para os nossos associados. Manter o que já era bom e inovar onde for necessário. Uma das diferenças que a instituição pode fazer para seus associados é levar informação. Informação é a diferença entre o sucesso e o fracasso”, destaca.

Um dos projetos que deve ser mantido é o Café Empresarial, encontro que reúne associados e conta com representantes do Legislativo, Executivo, polícias, bombeiros, bancos e advogados. “É um momento de o associado falar, ouvir, fazer perguntas e apresentar demandas. Queremos fazer sempre essa integração, isso está no plano de gestão”, explica Cobra.

A ACIA de Poços conta hoje com cerca de mil associados. O grande desafio, segundo Cobra, é que mais empresários se associem e que os já associados participem ativamente dos trabalhos realizados. “A participação é um desafio, muitas vezes as pessoas olham, mas não participam, então a gente quer novos, mas também quer que os que já estão aqui venham com a gente. Alguns acham que a ACIA é para empresas grandes, mas não, ela é pra todos, grandes e pequenos. A gente quer trabalhar nossa comunicação para isso, para mostrar que somos para micro, pequenos, médios e grandes, a ACIA é pra todos”, finaliza o presidente.

O post “ACIA é para todos, grandes e pequenos”, afirma presidente apareceu primeiro em Poços Já Cidade.