O Ministério Público deflagrou, nesta terça-feira (15), a Operação Trem Fantasma, cujo alvo é a prefeitura da cidade de Três Pontas (MG). A ação visa apurar e combater fraudes em contratos para a compra de peças e combustíveis.

Na operação dessa manhã 37 policiais militares, 12 fiscais da Receita Estadual, oito promotores de justiça, sete servidores do Ministério Público e um policial civil saíram às ruas para cumprir cinco mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão. A operação tem o apoio da Receita Estadual, que realiza buscas simultâneas em empresas fornecedoras.

As investigações apontam que mesmo veículos inutilizados recebiam peças e combustíveis nos anos de 2017 e 2018. Pode ter havido ainda fraude processual, uma vez que, segundo o MP, foram identificadas alterações de dados no sistema.

Os alvos dos mandados de prisão ainda não foram divulgados.